domingo, 5 de janeiro de 2014

EMPRESÁRIO ELÍCIO MOTA INSTALA MODERNA FÁBRICA DE RAÇÃO ANIMAL NO MUNICÍPIO DE BACABAL

 

Com o projeto de ampliação de suas instalações, a indústria Aginutre, localizada em Bacabal, voltada para produção de alimentos para animais, deverá lançar no mercado, nos próximos meses, mais duas linhas de produtos, estas para cães e gatos. Segundo o empresário Elício Mota, este é um dos segmentos que mais têm crescido no setor de nutrição animal, e boa parte do comércio maranhense ainda é abastecida por fabricantes de outros estados, portanto pretende atender essa demanda com produtos de qualidade semelhante ou superior das marcas importadas pelos consumidores locais.

Instalado em Bacabal desde 1984, Elício Mota, que é também distribuidor de produtos para panificação, decidiu entrar no ramo de rações após identificar um grande mercado consumidor nas regiões do Mearim e dos Cocais. Atualmente, fabrica rações para suínos, aves, equinos e peixes, sendo consumidores fazendeiros dos municípios de Bacabal, Lago da Pedra, Pedreiras, Presidente Dutra, São Mateus, Codó, Caxias e muitos outros. A indústria, instalada numa área de 45 mil metros quadrados, às margens da BR 316, tem dimensões de 8,5 mil metros quadrados, com capacidade para produzir 2,6 mil toneladas ao mês. No mesmo local, está montando sua central de distribuição, que hoje fica no centro da cidade.



Para instalação da indústria, Elício Mota foi buscar em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, o que existe de mais moderno em máquinas e equipamentos para o setor, fabricados pela Ferraz Máquinas. Do interior paulista trouxe também profissionais qualificados, como a veterinária Bruna Ferreira de Oliveira, que cuida de todo o setor produtivo. As rações produzidas pela Aginutre são encontradas em três tipos: farelados, pelotizados e estrusados. Os principais fornecedores da matéria prima – milho e soja – são do próprio Maranhão, localizados no sul do estado.

Elício Mota diz que com este investimento, além de atender a uma boa parcela dos criadores locais, está contribuindo com o desenvolvimento da economia do município de Bacabal, pois na soma dos diretos com os indiretos, gera cerca de cem empregos, está qualificando pessoal para manusear máquinas e os produtos fabricados. Ele não fala em valor de investimento, mas diz que boa parte dos recursos é própria. Ele diz que foi surpreendido recentemente com uma declaração do deputado Cleber Verde de que o Maranhão carecia de fabricantes de ração para peixes, a fim de suportar a procura por esses alimentos com o crescimento de piscicultura. Na verdade, diz Elício, há muito se fabrica esse tipo de alimento no estado, o que falta é o mercado varejista prestigiar mais a indústria local.

http://www.aquilesemir.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário